O turismo da União Europeia, que é uma indústria em rápido crescimento, ocupa cerca de 13 milhões de pessoas e as regiões com uma elevada atividade turística têm tendência para ter níveis de desemprego mais baixos. Contudo, o impacto do turismo pode também causar problemas como a deslocalização social, a perda da herança cultural, a dependência económica e a degradação ecológica.

Cinco escolas de diferentes países europeus (Bélgica, Bulgária, Itália, Portugal e Reino Unido), trabalhando em diferentes realidades sociais, mas com o mesmo objetivo de tornar os alunos mais cuidadosos e consumidores menos passivos e mais sensíveis aos desastres ambientais, estão a ensinar aos seus alunos, através dum Projeto Erasmus, que o turismo não deverá produzir, apenas prosperidade económica, mas também equidade social, coesão e proteção ambiental e cultural.

Dois professores e três alunas, do 10º L e 11º M da Escola Secundária de Santa Maria do nosso Agrupamento, participaram no segundo encontro do Projeto Erasmus STEP UP no "Lewisham Southwark College", em Londres, no Reino Unido, de 25 de fevereiro a 3 de março de 2018, escolheram um logotipo para o projeto, verificaram a sua pegada ecológica e tentaram, em conjunto com colegas dos outros países, arranjar soluções para um turismo e empreendedorismo mais sustentável.

Visitaram, ainda, espaços verdes e parques, restaurantes de comida biológica e o “Crystal”, um edifício verde sustentável na cidade de Londres, que tenta exemplificar como deveriam ser as cidades no ano 2050.

4986611158 n resize
858679166232 n resize608026752 n resize547017815 n resize52587861 n resize