Os formandos dos Cursos EFA visitam o Museu do Ar, em Sintra, numa atividade organizada no âmbito das áreas de formação Cultura, Língua e Comunicação (CLC), Linguagem e Comunicação (LC) e Cidadania e Empregabilidade (CE) dos Cursos EFA.

O Museu do Ar é hoje considerado pela crítica internacional como um dos vinte melhores Museus de Aviação do Mundo e, em dezembro passado, foi distinguido com o Prémio de Melhor Museu Português 2013, atribuído pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM).

Possui um acervo composto por perto de 10000 peças, repartido entre três polos: Granja do Marquês, em Sintra (Base Aérea n.º 1), Alverca e Ovar (Aeródromo de Manobra n.º 1). Este museu, inaugurado em 1 de julho de 1971, dia da Força Aérea Portuguesa, está na dependência do Chefe do Estado-Maior da Força Aérea e tem como objetivo a conservação, segurança e exposição de objetos de valor histórico, artístico e documental, aviões e miniaturas dos mesmos, por constituírem valiosa contribuição para a história da aviação nacional.

E foi exatamente o espaço em Sintra, inaugurado em 2009, que visitámos no dia 29 de abril. Éramos ao todo 23, entre formandos e formadores. O 1º sargento da Força Aérea Rui Pinto foi o nosso guia e demonstrou com profissionalismo todo o seu conhecimento e paixão pela aviação.

Ao longo de uma área de mais de 8000 m2, pudemos apreciar os cerca de 40 aviões e helicópteros, simuladores, motores, hélices e outros equipamentos aeronáuticos, que nos contam a história da aviação e a evolução aeronáutica e documentam a grande aventura do Homem e a sua grande vontade de voar. Nos 3 hangares históricos está representada a Aviação Civil e Desportiva, com aviões da Força Aérea utilizados na Guerra Colonial e aviões a jato da Força Aérea utilizados no treino avançado de pilotagem. Neste espaço está exposto igualmente o avião Dassault Falcon 20 usado inicialmente no transporte VIP e, mais tarde, em voos de calibração de equipamentos eletrónicos de apoio à navegação aérea.

No ano em que se celebraram os Cem Anos da Aviação Portugal, o Museu do Ar requalificou e ampliou as suas instalações na Granja da Marquês, incorporando dois valiosos acervos provenientes da TAP e da ANA, alargando o seu olhar ao mundo da Aviação Civil, pelo que pudemos ver o primeiro simulador de voo por instrumentos, fardamento, louça utilizada a bordo, equipamentos originais da primeira Torre de Controlo de Tráfego Aéreo, bem como o mobiliário original. 

ar640

:. Arquivo de Fotos - GoogleFotos .: