Notícias Sintra

Na EB1/JI de Sintra, no dia 20 de novembro, comemorámos o Dia Nacional do Pijama (iniciativa da Associação Mundos de Vida), com o objetivo de sensibilizar as crianças para o “direito de uma criança crescer numa família".

Dia das aulas ao ar livre

No dia 17 de maio, a sala do Jardim de Infância aderiu ao Dia das Aulas ao Ar Livre (https://diadeaulasaoarlivre.pt/) que se comemorou a nível mundial. Passámos o dia em comunhão com a natureza e com o mundo. Pintámos em papel e nos muros com giz. Limpámos cápsulas e reutilizamos o café, fizemos construções e caixinhas de sons com elementos da natureza, ouvimos histórias, almoçamos na rua e, sobretudo,

                        DIVERTIMO-NOS MUITO!!!

No dia 28 de novembro, as crianças do jardim de infância de Sintra foram ver a exposição de Miró, no Palácio Nacional da Ajuda.

Após a visita, trabalharam-se na sala as técnicas, as cores e os materiais utilizados por Miró, desenvolvendo nas crianças conceitos e competências da literacia artística, alargando os seus horizontes culturais e artísticos.

No dia 10 de novembro celebrámos o DIA dos AVÓS.

Só existindo uma efetiva colaboração entre a escola e a família se consegue fazer face às diferentes exigências da sociedade atual, formando uma efetiva comunidade educativa.

Neste paradigma, não nos podemos esquecer do papel dos avós, quer no suporte afetivo, quer organizacional, das famílias.

Foi para valorizar e reconhecer o papel que têm junto das crianças que os convidámos a vir à escola partilhar connosco a sua sabedoria e experiência e participar de forma divertida na vida escolar dos netos.

Pão-por-Deus

No dia 2 de novembro, as crianças do jardim de infância foram ao centro histórico da vila de Sintra pedir o Pão-por-Deus.

Retomando a tradição recuperada após o terramoto de 1755, quando adultos e crianças pobres iam pedir às casas mais abastadas, cantando ou recitando versos a troco de bolinhos ou frutas, também as nossas crianças cantaram para os comerciantes da zona histórica.

E vieram com os seus sacos cheios de guloseimas.