ESUP1

Explore a página da direção-Geral do Ensino Superior onde encontrará todas as informações relativas ao acesso às diferentes modalidades do ensino superior. Para iniciar os seus estudos neste nível de ensino, poderá optar por uma formação de um ano, ensino pós-secundário não superior [Curos de Especialização Tecnológica] de três anos, ensino universitário ou ensino politécnico [Licenciatura] ou de cinco anos [Licenciatura com mestrado integrado].

Direção-Geral do Ensino Superior | http://www.dges.gov.pt/pt [clique no link]

ESUP2

Ao clicar no link, surge a imagem que se apresenta acima. Aqui, podem ser explorados todos os cursos de ensino superior existentes em Portugal. Convém analisar os planos de estudo dos cursos, e os programas das Unidades Curriculares [designadas antigamente por disciplinas ou cadeiras] de modo a ficar com o máximo de informação sobre aquilo que se vai estudar. Muitas vezes, aquilo que pensamos que se estuda num determinado curso não corresponde à realidade. Por outro lado, em cada curso e em cada semestre, existe um conjunto de Unidades Curriculares obrigatórias e um leque de opções que convém analisar cuidadosamente.

Com exceção de alguns cursos, podemos realizar uma licenciatura numa área e depois realizar uma pós-graduação, mestrado ou doutoramento noutra área completamente diferente. Ou seja, a formação inicial não determina o percurso posterior.

Comece por explorar a barra inicial da página. Ao clicar em Acesso ao Ensino Superior, escolha FAQ’S (Perguntas frequentes), e explore os quatro menus que estão disponíveis, tal como pode verificar na imagem que se segue. Clique em cada uma das setas do lado direito e encontra informação sob a forma de resposta a questões.

ESUP3


Dadas as diferenças que existiam entre os sistemas de educação e formação na Europa, era difícil obter o reconhecimento de qualificações obtidas num país para procurar emprego ou candidatar-se a um curso noutro país. A partir do Processo de Bolonha, existe maior compatibilidade entre os sistemas de ensino o que facilita a mobilidade dos estudantes e dos candidatos a emprego na Europa.

Ao mesmo tempo, as reformas de Bolonha contribuem para reforçar a competitividade das universidades europeias e torná-las mais atrativas a nível internacional. O Processo de Bolonha também apoia a modernização dos sistemas de educação e formação, de modo a garantir que estes respondam às necessidades da evolução do mercado de trabalho. Este objetivo é particularmente importante face ao aumento de empregos que requerem qualificações elevadas e da procura de inovação e empreendedorismo.

Se quiser saber mais sobre o Processo de Bolonha e o Espaço Europeu do Ensino Superior, consulte a página http://ec.europa.eu/education/policy/higher-education/bologna-process_pt [clique no link]

No Portal da Orientação Profissional encontra as médias de ingresso no ensino superior no ano letivo de 2015-2016 em ambas as fases de candidatura.

 

ESUP4

 

Forum Estudante | Guia de acesso ao ensino superior

 ESup

                                            Brochura PDF


E se estiver curioso, consulte o seguinte artigo sobre as 5 melhores universidades em Portugal por área, de acordo com um ranking mundial.

http://noticias.universia.pt/destaque/noticia/2017/02/06/1149234/atual-top-5-melhores-universidades-portugal-area-acordo-ranking-mundial-qs.html

ESUP5